Testes com Bancos de Carga

A Petrobras testa turbinas da plataforma P-53 utilizando os bancos de cargas da Aggreko

  • Plataforma para produzir 180, 000 barris de petróleo/seis milhões de metros cúbicos de gás por dia.
  • Teste de banco de cargas da Aggreko crucial para o comissionamento de turbinas
  • Demanda crescente de teste de banco de cargas no Brasil para assegurar suprimento confiável de energia.

Brasil, Janeiro de 2008- A Aggreko plc, líder global no fornecimento de soluções temporárias de energia e controle de temperatura, completou com sucesso os testes de carga para a Petrobras SA, a maior empresa de energia no Brasil, em 4 geradores turbo implantados na nova plataforma P-53. Quando a plataforma P-53 estiver operando com capacidade máxima, suas quatro turbinas de 27MW irão produzir energia suficiente para abastecer uma cidade de 170,000 habitantes. Para poder garantir o máximo funcionamento das turbinas, a Aggreko proporcionou vários testes de carga durante um período de 45 dias para comissionar as turbinas usando banco de cargas resistivos e reativos.

O teste de carga é de extrema importância para o processo de comissionamento de uma plataforma, já que garante que as turbinas estejam propriamente montadas e instaladas. “Vale a pena ressaltar que as turbinas sejam testadas antes do inicio da operação da plataforma para evitar qualquer problema referente ao suprimento de energia, o qual poderia atrasar a produção,” disse Diógenes Paoli Neto, Diretor Gerente, da Aggreko na América do Sul.

Nesses últimos anos, o uso de banco de cargas no Brasil vem crescendo consideravelmente. Essa tecnologia possibilita o reconhecimento de falhas permitindo deste modo, a ação de medidas para minimizar quaisquer erros nas turbinas após o comissionamento. Em suma, o projeto do teste de carga do P-53 utilizou 23 containeres interconectados – incluindo banco de cargas, transformadores, sistemas de proteção e geradores de auxílio – que permitiram que as turbinas da plataforma fossem testadas em 110% de capacidade, de acordo com o especificado pela agência de certificação.

Posteriormente à realização dos testes em todas as turbinas, foi criado um documento, tendo como base reportes diários, detalhando os resultados do projeto. “A viabilidade desses testes tem sido discutida desde 2006, porém o contrato só foi efetuado no dia 1 de Maio de 2008. Um mês após a assinatura do contrato, a solução de energia estava disposta no Porto de Rio Grande, esperando autorização para o inicio das atividades,” disse Diógenes Paoli Neto. Além dos testes de turbina, a Petrobras solicitou 12MVA em adiantamento para fazer teste de carga nos geradores auxiliares de P-53, pedido que foi rapidamente atendido pela Aggreko.

A Aggreko é líder em serviços para soluções temporárias de energia, fazendo testes com banco de cargas resistivo e reativo em geradores para clientes ao redor do mundo e vem operando no Brasil durante cinco anos. A Aggreko é atualmente a maior fornecedora de energia para a Petrobras em Campos Basin, no Rio de Janeiro. A parceria entre a Aggreko e a companhia estadual teve inicio em 2005, quando a Aggreko proporcionou geradores de 1250kVA e 800kVA para plataformas locais durante um período de dois anos. Posteriormente, a Aggreko tem trabalhado junto com a Petrobras em muitos projetos, incluindo a concretização de testes de carga durante o comissionamento das plataformas Barracuda P-43 e Caratinga P-48.

Informações Adicionais:

A P-53 é uma FPSO unidade flutuante de produção, armazenamento e transbordo. Com um custo de 1.3 billion $USD para sua construção. Como parte do PAC, a conversão para uma Unidade de Produção Flutuante (FPU) foi realizada em Singapura e os modelos de produção foram construídos em Niterói, Rio Grande e Singapura. A plataforma foi instalada no campo de Marlim Leste, à 125km da costa Do Rio de Janeiro em Campos Basin. Seu casco mede 346m de comprimento e 57m de extensão. A plataforma tem 110 metros de altura e é capaz de produzir 180,000 barris de petróleo e seis milhões de metros cúbicos de gás por dia.

Segue nosso novo contato da Aggreko Brasil: Jaguariúna Park Industrial - Praça Emilio Marconato, n. 1.000, Galpão G45 Cidade de Jaguariúna, Estado de São Paulo - CEP 13.820-000

(019) 3867 6650

Solicite um Orçamento
P-53

Assessoria de Imprensa

Marketing Aggreko
marketing@aggreko.com.br
Tel: +55 21 3043-9500

ou

Monte Castelo Idéias
Av. Rio Branco, 20 - 11ºandar - Centro, Rio de Janeiro - RJ
Tel: +55 21 3232 4600
imprensa@montecastelo-ideias.com.br