Aggreko | Os três “pilares de energia” dos grandes eventos.

Os três “pilares de energia” dos grandes eventos.

Os fornecedores de energia devem focar na confiabilidade, custo e sustentabilidade para se manterem em sintonia com uma indústria de eventos em rápida mudança, escreve David de Behr , Chefe de Eventos Globais da Aggreko.

O fato é que os próprios eventos estão ficando maiores. Os Jogos Olímpicos, por exemplo, continuam a aumentar o número de competições esportivas e o Rugby World Cup deste ano (2015) foi o maior já realizado - somente a área de atendimento aos fãs ultrapassou a marca de um milhão de pessoas.

A indústria de conferências também está crescendo - muitas atraem dezenas de milhares de pessoas e exigem o tipo de infraestrutura que pode ser normalmente associada a um jogo de futebol.

À medida que os eventos ficam mais ambiciosos, as indústrias esportivas e de entretenimento estão evoluindo constantemente para atender às expectativas dos consumidores: telas maiores, conexões mais rápidas de Wi-Fi, iluminação mais brilhante ou mais interativa e, mais recentemente, a conveniência dos bilhetes eletrônicos.

As necessidades energéticas de eventos e, portanto, estratégias energéticas, têm de se adaptar para enfrentar esses desafios. Uma fonte de energia confiável (ou algumas) tornou-se um fator crítico no planejamento de eventos e também nunca foi tão grande a ênfase dos organizadores para atender as eficiências energéticas neste processo.

Pilares de energia

Há um investimento significativo na estratégia de energia da indústria de eventos nos anos recentes e, tipicamente, vemos esse investimento distribuído entre três “pilares de energia”: confiabilidade, custo e sustentabilidade.

O show deve continuar. Todo planejador de eventos trabalha com esse mantra e energia confiável é geralmente o primeiro tópico de uma lista de fatores que influenciam os eventos. Interrupções não planejadas podem ser catastróficas, especialmente se o problema não é resolvido instantaneamente. Perder a transmissão ou a luz do estádio, mesmo que por um minuto, pode custar milhões ao evento - e dizimar sua reputação. Os efeitos se espalham pelos espectadores e telespectadores para a experiência de parceiros corporativos, a exposição recebida pelos anunciantes e, o pior de tudo, a performance dos próprios protagonistas dos eventos - desportistas, artistas e atores.

Grande parte da nossa preparação estratégica com organizadores de eventos é, portanto, dedicada a planos de contingência, e com razão. Quanto mais cedo um fornecedor de energia é envolvido no processo de planejamento, mais fácil será identificar problemas e criar soluções. Quando planejamos um evento, nós nos focamos em antecipar possíveis problemas e em criar flexibilidade na forma como fornecemos energia.

Tanto a energia temporária quanto a energia proveniente da rede podem ser vantajosas para o organizador do evento, sendo o último particularmente popular quando o anfitrião espera realizar o evento diversas vezes ao longo de vários anos. Contudo, uma solução de energia moderna e modular também traz grandes benefícios - desde a flexibilidade de operar em ambientes diferentes à redução do desperdício através da gestão de energia extra disponível de forma mais eficaz. E, como não há dois eventos iguais, cada um requer um plano de energia de back-up customizado.

O que isso significa na prática? Um plano de confiabilidade deve, desde os estágios iniciais, definir os passos e procedimentos que serão tomados para sincronizar e alternar a energia da rede para a energia modular temporária, além de identificar os pontos de conexão para a distribuição elétrica.

Claro, garantir energia confiável é apenas metade da batalha. Após assegurar uma energia confiável, os produtores de eventos precisam também de eficiência tanto para reduzir suas emissões de carbono, quanto para gerenciar seus custos.

Aqui é onde a energia temporária tende a tornar-se preferencial, por seu custo relativamente baixo. Em virtude de ser temporária, o o organizador do evento não tem compromissos financeiros ou ambientais a longo prazo.

A escalabilidade dos sistemas de energia modulares também pode ajudar os organizadores de evento a flexibilizar os níveis de potência, para atender à necessidade constante de mudança. Isso já acontece em muitos setores - em mineração, por exemplo,a fase de construção da mina, com toda sua infrastutura de suporte necessária, demanda muito mais energia. Conforme a construção progride, essa demanda dimuini, e também o fornecimento é facilmente adaptado, aumentando assim a eficiência operacional e de combustível.

A indústria de eventos enfrenta desafios similares: da construção de locais permanentes e temporários à criação de infraestruturas de suporte, a preparação de eventos importantes é um processo de longo prazo. Entretanto, uma vez em funcionamento, a necessidade de energia dos eventos flutua drasticamente. Energia modular é a solução ideal nesta instância - por exemplo, nós podemos facilmente instalar cinquenta geradores de 60kvA em vários locais, assim como podemos instalar uma quantidade menor de geradores mais potentes, em áreas menores.

Mas não se trata apenas de quantos geradores você instala e onde. A tecnologia no setor de energia tem feito grandes progressos e os nossos técnicos em nossa fábrica na Escócia alcaçaram importantes avanços em eficiência e em monitoramento inteligente.

Nós podemos monitorar o uso de energia e combustível das nossas estações de energia remotamente, e podemos, bem facilmente, sincronizar nossos geradores de volta à rede, sem afetar o fornecimento de energia dos próprios eventos. Estes avanços podem reduzir drasticamente todos os custos de energia. Claro, geradores individuais também podem ser ligados e desligados, conforme necessário, reduzindo assim as emissões e economizando energia.

Um componente final na entrega de um evento sustentável é minimizar a emissão de ruídos. Ou o organizador pode adotar uma tecnologia desenhada especificamente para operar de maneira silenciosa ou pode melhorar a eficiência de energia do evento com o objetivo de reduzir o número e tamanho dos geradores ou resfriadores na área.

Por exemplo, nós fornecemos energia temporária para The 2014 Ryder Cup, um torneio de golfe que demanda um público silencioso e um ambiente construído ainda mais quieto. Nós utilizamos um novo conjunto inovador de geradores “super silenciosos”, que produzem emissões bem baixas de som (48-55 dBA a 50 pés).

Entretanto, os níveis de som também causam um desafio significativo para eventos em centros de cidades e, as vezes, ideias inovadoras precisam ser exploradas para minimizar o transtorno para moradores. Durante o planejamento dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, nós abraçamos esse desafio e colocamos geradores em plataformas flutuantes no Rio Lea, retirando o barulho das áreas residenciais.

A indústria de eventos está crescendo, evoluindo e em constante modernização. Os fornecedores de energia devem seguir o exemplo.

Confira o artigo original em Inglês, neste link: http://www.hostcity.com/event-management-news/three-power-pillars-major-events

Segue nosso novo contato da Aggreko Brasil: Jaguariúna Park Industrial - Praça Emilio Marconato, n. 1.000, Galpão G45 Cidade de Jaguariúna, Estado de São Paulo - CEP 13.820-000

(019) 3867 6650

Solicite um Orçamento